20 de abr de 2013

chuva.

Zé chorou quando a chuva caiu no chão.
De pé, com fé, sofrendo, alegre então.
Tudo era esperança, ou dança de criança, 
de um povo inteiro, lá no terreiro.

Nenhum comentário: