12 de jul de 2012

[des]feito

Tudo fora de mim.
Nada dentro de mim.

E sou feito assim:
desilusões e sonhos perdidos mil;
esperança e um céu azul anil.

Construído de pedaços,
desfeito por completo.
Perdido pelo caminho,
mas com destino certo.

E vou indo seguindo prosseguindo.
Continuando aqui.

Nada fora de mim.
Tudo dentro de mim.

3 comentários:

Tanara Adriano disse...

Tu que escreveste?
Achei maravilhoso, muito sincero e cheio de sentimento;
Tás de parabéns com teus devaneios.

Procurarei vir aqui mais vezes, sim?
Beijos

Olívia P. disse...

Que texto lindo, amei! Tô seguindo e voltarei mais vezes... Beijos!

Juliano Martinz disse...

Sorrateiro e profundo. Pedaços que deixamos e nos refazemos.

Parabéns pelo texto!