14 de ago de 2008

Correndo pro refúgio

De repente, ele parou. Não era possível que tudo aquilo tivesse acontecendo na vida dele. Tudo estava errado: trabalho, família, colegas e sonhos... ah, quanto tempo havia que seus sonhos eram apenas ilusões e a cada dia ficavam mais distantes, e distantes, e distantes...

Agora, parado ali no meio da rua, sentia-se só, a multidão que o cercava nem ao menos podia compreender o sentimento de frustração que o dominava por dentro. Queria chorar, mas um homem na sua idade chorando no meio da rua seria ainda mais humilhante. Queria gritar, mas o que diriam quem estivesse em sua volta? Queria esconder-se, mas aonde?

Subitamente, lembrou-se de um lugar que poderia lhe servir de refúgio. Sim, ali ele poderia ficar escondido o tempo que fosse necessário. Talvez encontrasse a solução, ou pelo menos encontraria a paz.Começou a andar. Cada vez mais rápido. Quando deu por si já estava correndo. Precisava desesperadamente chegar, precisava estar ali.

Alguns minutos depois ele estava lá. Encontrava-se de olhos fechados e mãos levantadas; o choro era tudo que podia expressar. Aos poucos as palavras brotavam; eram simples porém sinceras. Hinos começaram a fluir de dentro de sua alma, e ele ía adorando. Timidamente, começou a pedir, mas como alguém que apesar das circunstâncias se sentia indigno. A grandeza do Deus que era seu Senhor já bastava na sua vida.

Mas Deus veio! E ele pôde sentir a maravilhosa presença o envolver, acalmando seu coração, trazendo paz e esperança, ressuscitando seus sonhos, mostrando saídas, a acima de tudo, lhe enchendo de amor. Pegou sua Bíblia e ouviu Deus falar. "Deus é comigo"; "Deus me ama"; "Deus é santo"; "Deus é".

Agora esta prostrado. As palavras sumiram mais uma vez e o choro voltou como única oração. Obrigado. Simplesmente agradecia. Por tudo.
De olhos abertos e sentado no chão, percebeu onde estava.
No seu quarto.


::por
Jefferson Lopes de Araújo

Um comentário:

Em Adoração... disse...

Nossa que historia... mUito bacana meu irmão... que Deus te abençoe sempre e sempre...