29 de abr de 2009

Não é um poema...

A noite arrasta-se lentamente.
A dor da incerteza machuca dentro do peito.
Vejo os fantasmas que não se preocupam em esconderem-se.
As palavras não fazem sentido. Nada Faz.
O medo da escurudão do hoje não é maior que o medo do dia de amanhã.
"-Calma, vai amanhecer." Mas quando?
Falta muito tempo? Ou meus olhos ainda estão fechados?
Se estão fechados, pra quê abrí-los?
Só verei o mundo que não tenho, os sonhos que se vão, e meu rosto no espelho...
Sim, eu seu que estou diante de um espelho, seu que tenho sonhos, e sei que existe um mundo...
Não entenda-me mal, ou melhor, não queira entender-me. Certas coisas são o que são.
Aliás, isso não é um poema: é um desabafo!
______________________________________

De fato, certas coisas são o que são.
Não tem como explicá-las.
Sentimos coisas que não queríamos sentir.
Fazemos coisas que não queríamos fazer.
Assim é a vida!
Perdemos muito tempo procurando explicação para tudo, sendo que nem nós mesmos sabemos a dúvida que temos, e então, voltamos à estaca zero.
As palavras são como ventos: sopram em nós e se vão, voltam quando querem, e trazem consigos sentimentos que marcaram nossas vidas outrora.

4 comentários:

Simple Me disse...

O que piora tal situação é saber que é dentro de nós que encontraremos tais respostas!
Boa sorte na tua descoberta... Ela pode não ser fácil, mas tenha coragem!
Beijos!
[Teu desabafo pareceu sim um poema! Sofrimento poético...]

Pri C. Figueira disse...

Faço das tuas minhas palavras...
Hoje não há o que comentar, vc já disse tudo, parece que leu minha alma!

Vou ler, reler e ler de novo seu texto, é lindo e falou demais comigo!

Bjs.

EXAGERADO disse...

Oi,cara

Nada que um chopinho não resolva!!
Bater papo com a galera,falar besteira,contar mentiras,abraçar os amigos e beijar as mulheres....vai por mim!!rs

Abraço

Diego! disse...

tudo na vida é poema. Cabe a nós não colocar em linhas!Sim, tenho certa distância da poesia e os que acham que constroem pequenas obras primas.

Salvo alguns!
abraço...e sempre leio aqui...mesmo que comentar seja raro.Culpa da faculdade.Tudo culpa dela!