3 de jun de 2008

Saudades...


A saudade é um sentimento engraçado: vem quando a gente menos espera e nos faz lembrar de momentos especiais e de pessoas especiais. Na maioria das vezes não conseguimos segurar e as lágrimas são inevitáveis.

E com nossa vida espiritual será que é diferente?

Com certeza não!

Sentimos saudades sim de momentos tão marcantes da nossa caminhada: um culto especial; um irmão abençoado; a pequena igreja na qual nos convertemos; o "primeiro amor".

Tenho passado por isso esses dias, uma vontade enorme de poder voltar no passado e viver de novo um momento tão marcante em minha vida. Um momento onde era tudo tão sincero, tão belo; um momento onde tudo que eu queria era saber quem realmente Deus é, conhecê-lo de forma simples sem precisar de formas, posturas certas ou erradas de adoração, sem precisar se preocupar com o que os outros iriam pensar ou falar, pois o que mais prevalecia era a inocência que vinha de dentro.

É assim com todo nós!

Porém com o passar do tempo, as coisas começam a ficar diferente, não sentimos mais aquele amor queimar no peito, começamos a nos cansar de irmos na igreja e acharmos que já somos "quase perfeitos" ou "quase sem pecados". Passamos também a olhar os defeitos dos nossos irmão e julgá-los de uma forma até agressiva. Olhamos também as falhas dos nossos líderes e ficamos desapontados com o homem. Tudo isso contribui para que a nossa esperança comece a morrer, e aos poucos nossos sonhos e projetos, desejos e anseios, perdem a razão de acreditarmos que é possível.

Mas tem uma Palavra no livro de Lamentações que nos mostra um verdade mais que profunda:

"Quero trazer à memória o que me pode dar esperança." (3:21)

ALELUIA!

Trazer à memória! Recuperar com lembranças aquilo que estar morto! Lembrar do passado! Sentir saudades!

Que tremendo poder viver e ter a certeza que o Deus que nos fez (e nos faz) promessas é fiel pra cumprir e poderoso pra restaurar em cada coração o verdadeiro amor.

Eu tenho pedido isso, e Deus tem realmente me chamado para retornar a esse Amor, prova disso é que nesse final de semana ao chegar em minha igreja, parecia que eu estava numa espécie de "Túnel do Tempo", pois as canções que foram cantadas eram aquelas que me lembravam de minha conversão:

-Verdadeiro Adorador;

-Corpo e Família (o hino da minha conversão);

-Faço o melhor;

-Chuva de Avivamento.

Todos esses hinos ministraram em meu coração de uma forma profunda e real.

Espero que o Espírito Santo ministre em cada coração através dessa mensagem e que cada um tenha a certeza na providência do Deus Altíssimo.

"A minha porção é o SENHOR, diz a minha alma; portanto, esperarei nele." (Lm. 3:24)


por:

Jefferson Lopes de Araújo


Música: A Canção do Amor


Diante do Trono


Renova em mim a canção do amor
Por Ti, Jesus

Leva-me de volta
Ao lugar do encontro
Aos primeiros dias
Faz-me de novo

Leva-me ao lugar onde a Tua voz era tão real
Leva-me ao lugar onde a Tua palavra queimava em meu coração
Leva-me ao lugar de te amar

Renova em mim a canção do amor
Por Ti, Jesus

Leva-me ao lugar de simplesmente estar em adoração
Leva-me ao lugar onde os Teus sonhos pra mim eram tudo o que eu queria vive

Um comentário:

Jéssica disse...

~> Lindo aqui hein..
Deus tem planos lindos em tua vida. Que Ele continue te abençoando ricamente! (: